15 de Outubro de 2018

Urologia - Procedimentos Cirurgicos

Aplicações da cirurgia laparoscópica e robótica em Urologia

Marcos Tobias-Machado
Urologista do Instituto de laparoscopia e robótica.

CIRURGIAS RENAIS

Vídeo 1 - NEFRECTOMIA LAPAROSCOPICA PARA DOENÇA RENAL INFLAMATORIA
Vídeo 2 - NEFRECTOMIA RADICAL LAPAROSCOPICA TRANS E RETROPERITONEAL
Vídeo 3 - NEFRECTOMIA PARCIAL LAPAROSCOPICA (NOVA TECNICA)

As cirurgias renais (assim como adrenais e ureterais altas) quando realizadas por via aberta são feitas em sua maioria por acesso lombar, que são incisões por vezes muito dolorosas devido à proximidade com nervos e arcos costais, (às vezes obrigando a remoção parcial de costelas), acrescentando maior morbidade peri-operatória, assim como possibilidade de dor crônica ou hérnia incisional tardiamente (9).
Com relação aos procedimentos diagnósticos, o Nefrologista necessita às vezes de biópsias renais, que opcionalmente podem ser realizadas com maior segurança sob visão direta em casos onde se quer evitar biópsias por punção (coagulopatias, rins pequenos, falhas em tentativas anteriores) (15,16).
Em doenças benignas sobre rins de tamanho normais ou contraídos (casos de hipertensão renovascular, pielonefrites, perda de função), as nefrectomias apresentam indicação precisa (17,18).
O tratamento dos cistos renais raramente requer cirurgia, porém quando há indicação, a laparoscopia é a via de acesso mais indicada (19).
Nefrectomias parciais encontram-se em avançado estágio de desenvolvimento (20). Alguns grupos descrevem bons resultados com nefrectomias parciais em casos de tumores renais menores de 3 cms, em rim único ou doença bilateral, podendo ainda ser empregada laparoscopia em caso de ablação tumoral com emprego de energia (crioterapia ou radiofreqüência) em protocolos experimentais (21).
Nas doenças malignas com tumores do rim, a nefrectomia radical ou radical videolaparoscópica tem sido realizada com sucesso e aparentemente com os mesmos resultados oncológicos da cirurgia aberta (22). Tem como alternativas de acesso as vias retroperitoneal, transperitoneal e assistida com a mão. No Brasil foram descritos recentemente 20 casos empregando o acesso retroperitoneal, concluindo que este procedimento permite um controle precoce do pedículo, além de ser o método tecnicamente seguro, reprodutível e com excelente possibilidade de rápida recuperação (23).
Um capítulo a parte tem sido o emprego da laparoscopia em nefrectomias de doadores vivos para transplante, pois, devido à menor agressão cirúrgica da técnica quando comparada a cirurgia convencional, tem aumentado significativamente o número de doadores nos EUA, sendo inclusive a via de acesso padrão em mais de cem centros de transplante renal pelo mundo (24).
Em casos selecionados a cirurgia laparoscópica do rim pode ser realizada utilizando o auxilío da robótica com excelentes resultados.


Referencias Bibliográficas

[ Voltar ]

Copyright© 2012 - Todos os direitos reservados - Melhor visualização em 1024 X 768

Instituto de Laparoscopia & Robótica
Rua Dona Adma Jafet, 74 Conjunto 77
Cep 01308-050, São Paulo - SP
Email: instituto@laparoscopia-robotica.com.br

Tel: +55 (11) 2729-5155 / Fax + 55 (11) 2729-9155