19 de Dezembro de 2018

Cirurgia Cardíaca

Cirurgia cardíaca minimamente invasiva: uma evolução na redução na morbidade cirúrgica e no tempo de recuperação

Quando seria possível imaginar que uma das cirurgias mais complicadas e de maior risco pudesse ser realizada através de pequenas incisões. Com a evolução da tecnologia, já é possível realizar cirurgias cardíaca sem a abertura do tórax. A introdução de instrumentos finos e precisos é totalmente acompanhada através da visão de uma fibra óptica também introduzida dentro do toráx do paciente.
A cirurgia pode ser realizada através de técnica toracoscópica convencional, onde o cirurgião encontra-se em campo cirúrgico, ou através do auxilio do robô, onde o cirurgião controla os movimentos sentado em um console.
As principais indicações da cirurgia cardíaca minimamente invasiva são a cirurgia de ponte de safena, na troca de válvulas do coração, em especial da mitral, em algumas doenças congênitas do coração, em alguns casos de arritimias como a fibrilação atrial e também para a instalação de marca-passo no tratamento de insuficiência cardíaca.
Não são todos os casos que são passíveis deste tipo de intervenção, mas as indicações estão aumentando, explica o Dr Stevan Martins Krieger. A maior vantagem deste tipo de procedimento é um menor tempo de recuperação. Além disso, o paciente passa um menor tempo internado e tem menos dor no pós-operatório.
De uma maneira geral, muitos pacientes conseguem retornar a suas atividades laboriosas num período de 2 semanas. Em caso de dúvidas adicionais, entre em contato conosco para maiores informações.

[ Voltar ]

Copyright© 2012 - Todos os direitos reservados - Melhor visualização em 1024 X 768

Instituto de Laparoscopia & Robótica
Rua Dona Adma Jafet, 74 Conjunto 77
Cep 01308-050, São Paulo - SP
Email: instituto@laparoscopia-robotica.com.br

Tel: +55 (11) 2729-5155 / Fax + 55 (11) 2729-9155